Sentença do caso Luís Grilo marcada para dia 3

18/02/2020

A leitura da sentença do caso Luís Grilo foi, esta terça-feira, marcada para dia 3 de Março. O colectivo de juízes do Tribunal de Loures que está a julgar o caso rejeitou uma série de requerimentos da defesa da viúva Rosa Grilo que, entre outras questões, pedia

 

a exumação do cadáver do empresário e triatleta. No final houve novas alegações e a advogada de Rosa Grilo pediu a absolvição da sua cliente, considerando que não foram apresentadas provas suficientes para a condenar. Tânia Reis, advogada alverquense que representa Rosa Grilo, requereu a exumação do cadáver, a audição do

 

consultor forense João Sousa (terá descoberto recentemente um invólucro de bala na moradia de Luís e Rosa Grilo) e uma nova audição do especialista que realizou a autópsia. Pediu, ainda, a junção de documentos ao processo e a audição de duas testemunhas. O colectivo de juízes presidido por Ana Clara Baptista rejeitou estes

 

pedidos, considerando que são questões “irrelevantes” que não iriam contribuir para a boa decisão do caso. Tânia Reis requereu a exumação do cadáver de Luís Grilo por considerar que há factos relacionados com a causa directa da morte que não terão ficado devidamente esclarecidos.  Já o procurador da república Raul Frias considerou

 

que não foram apresentados quaisquer factos novos que justifiquem a exumação e o colectivo de juízes acabou por rejeitar essa possibilidade. Os restantes requerimentos da defesa de Rosa Grilo também foram rejeitados. Seguiu-se uma nova fase de alegações, motivada pelas alterações não substanciais à acusação feitas pelo colectivo

 

no passado mês de Janeiro. O Ministério Público e os advogados da família de Luís Grilo e de António Joaquim mantiveram, no essencial, o que já haviam alegado em Dezembro. Os primeiros defendem a condenação dos arguidos e o terceiro a absolvição de António Joaquim. Tânia Reis defendeu também a absolvição de Rosa

 

Grilo, considerando que não tem conhecimento de armas para ter efectuado o disparo e que não teria capacidade física para transportar e esconder, sozinha, o cadáver de Luís Grilo. “A dúvida fica e a minha constituinte tem que ser absolvida”, rematou Tânia Reis.

 

Saiba mais na edição impressa de 26 de Fevereiro do Voz Ribatejana

 

Tags:

Partilhar no Facebook
Partilhar no Twitter
Please reload

Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Please reload

Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site
Please reload

Contador de Visualizações

© 2017 por Voz Ribatejana. Todos os direitos reservados.

Informações

Voz Ribatejana - Quinzenário regional

Sede da Redacção e Administração: Centro Comercial da Mina, Loja 3 - Apartado 10040 / 2600-126 Vila Franca de Xira Telefone geral – 263 281329

Correio Electrónico: vozribatejana@gmail.com director.vozribatejana@gmail.com redaccao.vozribatejana@gmail.com comercial.vozribatejana@gmail.com
Proprietário: Jorge Humberto Perdigoto Talixa

Editor: Voz Ribatejana, Lda

Director: Jorge Talixa (carteira prof. 2126)

Editor Multimédia: Rui Miguel Ferreira Talixa

Redacção: Carla Ferreira (carteira prof. 2127), Joel Balsinha, Hugo Clarimundo, Jesus Lourenço, Hipólito Cabaço, Paula Gadelha (cart. prof 9865)

Área Administrativa e Comercial: Isabel Pinto, Júlio Pereira (93 88 50 664), Afonso Braz (93 66 45 773), Carlos Pinto (96 44 70 639)

Assinaturas: Portugal – 1 ano (24 números) 12 euros - Resto da Europa - 1 ano 40 euros Registo de Imprensa na ERC: 125978

Impressão: Coraze
Redacção: Centro Comercial da Mina, Loja 3 2600 Vila Franca de Xira - Telefone - 263 281 329 . Telemóvel - 96 50 40 300