• Jorge Talixa

Oeste “garante” passes a 70 euros para Lisboa


A Comunidade Intermunicipal do Oeste (OesteCIM) anunciou que os utentes de transportes públicos residentes nos concelhos de Alenquer, Arruda, Sobral e Torres Vedras vão ter um passe mensal de 70 euros para as ligações com Lisboa. De acordo com a OesteCIM estão a ser envidados esforços para que a medida entre em vigor já a

1 de Janeiro. Utentes de transportes públicos residentes nos concelhos de Alenquer, Arruda dos Vinhos, Sobral e Torres Vedras deverão passar a ter acesso a um passe único inter-regional que lhes permitirá viajar entre a região Oeste e a Área Metropolitana de Lisboa (AML) por 70 euros mensais. A garantia foi dada, no dia 12, pela

Comunidade Intermunicipal do Oeste (OesteCIM), que diz estar a articular com as operadoras a possibilidade desta medida entrar em vigor já a 1 de Janeiro. Depois do comunicado (28 de Novembro) em que pedia um reforço de 1, 5 milhões de euros ao Governo na verba atribuída à região Oeste no âmbito do PART (Programa de Apoio à

Redução Tarifária) e dos protestos de alguns utentes, que ameaçaram dar mais visibilidade ao seu descontentamento já a partir de Janeiro, a OesteCIM garante, agora, que os passes inter-regionais vão mesmo avançar. De acordo com a estrutura representativa dos 12 municípios da região, os habitantes destes quatro concelhos

(mais próximos de Lisboa) passarão a pagar 70 euros mensais e os moradores nos restantes oito concelhos da região terão acesso a um passe de 80 euros para ligações a Lisboa. Com o arranque do plano de reduções tarifárias, os utentes do Oeste beneficiaram de uma diminuição ligeira nos preços praticados pelas operadoras, mas

nunca se conformaram com as “discrepâncias” entre as tarifas (40 euros) pagas pelos habitantes da AML e os preços cobrados em concelhos vizinhos como Alenquer (112 euros) e Arruda (97). Para lançar esta medida, que deverá abranger cerca de 5 mil utentes, as câmaras do Oeste comprometem-se a “investir” cerca de 1, 6 milhões de

euros anuais, que deverão ter uma comparticipação significativa do Estado central. Estruturas locais do PS já se congratularam com esta iniciativa. Mas alguns utentes continuam a criticar a diferença entre os 40 euros do passe metropolitano e os 70 euros deste passe inter-regional.

Saiba mais na Edição impressa de 20 de Dezembro do Voz Ribatejana

Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações