• Jorge Talixa

Arruda viaja até 1818 no V Mercado Oitocentista


“Arruda em 1818: A Resistência" é o tema central da quinta edição do Mercado Oitocentista de Arruda dos Vinhos, que decorre de 1 a 3 de Junho. A iniciativa dinamizada no centro histórico da vila integra várias representações de costumes, recriações históricas, artes, ofícios, gastronomia e venda de produtos. Este ano haverá algumas novidades, desde logo com um cortejo etnográfico na tarde de domingo e o desafio de descobrir o que é uma “Draisiana”.

“O Mercado Oitocentista é a recriação de um mercado rural e da vida quotidiana numa pequena vila rural, abordando histórias, temas e personagens, habitualmente presentes nestes mercados do séc. XIX”, explica o Município arrudense, responsável pela organização, frisando que nesta época de 1818 Arruda era uma pequena vila às portas da capital que continuava a lutar pela identidade das suas gentes.

“Com um cenário político instável, ainda devastados pelos danos causados pelas Invasões Francesas e assolados pela fome e destruição que a guerra deixou, resta à população de Arruda reerguer-se e recuperar a sua identidade e autoestima”, sublinha a edilidade, frisando que o evento tem como princípio basilar “a preservação e salvaguarda do património cultural local”, tendo também por base “crenças, estórias e histórias e outras tradições seculares que caracterizam a identidade popular arrudense no séc. XIX”.

No programa destacam-se o Baile à Moda Antiga (sexta-feira às 22h30), o concerto oitocentista (sábado às 19h00), a “Encharcada Arrudense” (sábado às 22h00) e o cortejo etnográfico (domingo às 15h30). Haverá, também, bancas de venda diversas e recriações históricas e oficinas de carpintaria, cerâmica, tanoaria e ferraria, com artesãos a trabalhar ao vivo.

Saiba mais na Edição impressa de 06 de Junho do Voz Ribatejana

Tags:

Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações