• Jorge Talixa

Solvay garante que redução de pessoal não afecta a Póvoa


A multinacional belga Solvay anunciou a decisão de eliminar 600 postos de trabalho em várias unidades, 90 dos quais em Portugal. A filial portuguesa da Solvay já garantiu que a medida atingirá o centro de serviços partilhados de Carnaxide e não afectará a unidade industrial da Póvoa de Santa Iria, no concelho de Vila Franca de Xira.

Actualmente, a Solvay emprega cerca de 400 pessoas em Portugal, cerca de 90 na Póvoa e as restantes em Carnaxide (Oeiras). O grupo Solvay, que é um dos mais destacados do sector químico no plano mundial e emprega cerca de 26 mil pessoas em todo o Mundo, anunciou, esta quinta-feira, que vai dispensar 600 funcionários.

Destes, cerca de 160 trabalham em França e 90 em Portugal. A Solvay Portugal assegurou, entretanto, que a saída destes 90 trabalhadores em Portugal até Junho "será unicamente nos serviços partilhados" e afirmou que o impacto será reduzido devido “às transferências internas e rescisões de comum acordo”.

Recorde-se que já em Janeiro de 2014, a Solvay Portugal fechou a fábrica de carbonato de sódio que funcionava na Póvoa de Santa Iria, medida que afectou cerca de 90 trabalhadores.

No complexo da Póvoa mantém-se outra fábrica que produz clorato de sódio e água oxigenada. Nos espaços entretanto libertos, a Solvay pretende desenvolver um novo parque de negócios (Solvay Business Park) onde já estão instaladas ou em fase de instalação sete empresas.

Saiba mais na Edição impressa de 11 de Abril do Voz Ribatejana

Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações