• Jorge Talixa

Porto da Castanheira começa a funcionar dentro de um ano


O porto fluvial da Castanheira do Ribatejo deverá começar a funcionar dentro de um ano, de acordo com as previsões da ETE-Empresa de Tráfego e Estiva responsável pelo empreendimento. A obra, estimada em 1, 5 milhões de euros, avança em 2018, prevendo a construção de um cais com 23 metros de comprimento e de um terminal de contentores.

A infra-estrutura, que nos últimos anos passou por uma fase de avaliação de impacto ambiental e de licenciamento, deverá receber barcaças com capacidade para cerca de 100 contentores, que farão a ligação ao Porto de Lisboa.

“Estamos na fase de consultar os empreiteiros para começar a obra e esperamos, no final deste ano ou no princípio de 2019, começar a operar o porto", disse Pedro Virtuoso, responsável da ETE no III Congresso do Tejo, que decorreu na sexta e na manhã de sábado em Lisboa.

Segundo referiu, o porto fluvial da Castanheira ocupará uma área de 2 hectares e funcionará, também, em articulação com a vizinha Plataforma Logística de Lisboa-Norte. O cais será construído sobre estacas com 23 metros de profundidade.

O III Congresso do Tejo, dinamizado pela associação Tagus Vivan, abordou temas como o uso da água, planeamento e desenvolvimento e deverá resultar na apresentação da chamada “Carta de Lisboa”, com conclusões e recomendações às entidades responsáveis pela gestão do Tejo.

Saiba mais na Edição impressa de 28 de Fevereiro do Voz Ribatejana

Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações