• Jorge Talixa

Sete empresas concorrem à gestão da Palha Blanco


Sete empresas apresentaram propostas ao concurso para a gestão da Praça de Toiros Palha Blanco lançado pela Santa Casa da Misericórdia de Vila Franca de Xira. Os respectivos envelopes foram abertos esta sexta-feira em sessão realizada nas instalações da instituição vila-franquense, proprietária da praça. Em causa está a gestão/exploração da Palha Blanco no biénio 2018/2019, com eventual opção também para 2020. O caderno de encargos do concurso, lançado em Dezembro, apontava para um valor mínimo de 18 mil euros anuais.

Carlos Caetano Dias, provedor da SCMVFX, realçou, na abertura da sessão, o número significativo de pessoas que se encontravam a assistir à abertura das propostas e o facto de terem sido entregues sete candidaturas à gestão da praça vila-franquense, que, vincou, “representa também uma fonte de receita, ainda que relativamente modesta, para a obra social que desenvolvemos”.

Seguiu-se a leitura das sete propostas apresentadas, que serão, agora, apreciadas pela mesa administrativa da SCMVFX. Por ordem de entrega e de apresentação, concorrem as empresas Ovação e Palmas (propõe-se pagar uma renda de 20 500 euros em 2018 e de 21 500 no ano seguinte), Toiros Mais (18 500 euros em cada ano), Sociedade das Campinas e Campos (18 500 euros anuais) e Toiros e Tauromaquia (20 mil euros em cada ano).

Concorrem, igualmente, as empresas Frenetic Smile (21 mil euros em cada ano e realização de festival na Páscoa com receita líquida para a SCMVFX), Rafael Vilhais (19 500 euros por ano) e Tauroleve-Colinas Frescas (36 mil euros pelo conjunto dos dois anos e donativos anuais mínimos de 2500 euros à Santa Casa para obras na Ermida do Senhor da Boa Morte).

Saiba mais na Edição impressa de 31 de Janeiro do Voz Ribatejana

Tags:

Leitura Recomendada
Procurar por Tags
Siga o Voz Ribatejana
  • Facebook - Black Circle
Facebook
  • YouTube - Black Circle
YouTube
Arquivo do Site

Contador de Visualizações